Justiça marca interrogatório da dupla acusada de matar Policial em Batatais

A justiça de Batatais marcou para o próximo dia 7 de março, ás 14h, a audiência de interrogatório, debates e julgamento dos comerciantes Flademir Pereira e Yuri Pereira, tio e sobrinho, que são acusados de latrocínio contra um policial civil da cidade de Batatais e de uma tentativa de homicido contra outro policial.

Na audiência, os acusados, que estão presos, serão ouvidos pela Justiça, bem como as testemunhas de defesa e acusação. Até o momento, 4 testemunhas de acusação já foram chamadas.

O crime chocou Batatais no primeiro semestre do ano passado e vitimou com um tiro na cabeça o investigador Luis Henrique Zanoello e deixou gravemente ferido seu companheiro de trabalho José Carlos da Silva que teve que passar por diversas cirurgias para reconstruir a face e recuperar parte da visão.

Flaudemir e Yuri foram presos no mesmo dia do crime porque câmeras de segurança de estabelecimentos comerciais localizados na região central da cidade flagraram a placa do veículo, um Sandero e de uma moto usados pela dupla na ação. Na ocasião, os dois policiais estavam de folga e levavam um malote de cerca de R$ 400 mil de uma grande rede de supermercados da cidade para depósito em uma agência bancária central.

Caso condenada, a dupla poderá pegar uma pena de até 30 anos de reclusão por latrocínio.

O advogado dos réus é o criminalista ribeirãopretano Luis Carlos Bento e ele não foi encontrado para comentar o assunto.

COMPARTILHAR