Onda de queimadas gera problemas para a população de Batatais

Foto Reprodução Facebook

O atual período de seca é um importante fator para aumentar o número de queimadas na cidade de Batatais. Lixo doméstico, matos secos e outros itens inservíveis são queimados diuturnamente nas ruas de Batatais. A fumaça produzida por conta do fogo está prejudicando a população principalmente no horário noturno.

O ato de colocar fogo no lixo ou em matos secos, se tornou corriqueiro e está praticamente acontecendo todos os dias na cidade, uma fumaça consistente e malcheirosa está gerando muito incomodo para quem a respira.

Essa ação prejudica as crianças e idosos e principalmente para quem sofre de problemas respiratórios, sendo assim prejudicial para a saúde. Segundo populares mesmo fechando as casas a fumaça acabam invadindo as residências.

Os bairros mais atingidos pela fumaça são: Jardim Canadá, Jardim Mariana, São Carlos, Antônio Claret Dal Picolo, entre outros, as queimadas acontecem principalmente nos finais de tarde, iniciou da noite.

Na semana passada, um incêndio atingiu o Horto Florestal e uma área estimada de 34 hectares foi totalmente queimada. A suspeita é de que a ação tenha sido criminosa, mas ninguém foi preso.

Código Penal Brasileiro

Lembrando que a prática de queimada é crime conforme o Código Penal Brasileiro (Lei nº 2.848 de 7 de dezembro de 1940) e a Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal nº 9.605 de 12 de fevereiro de 1998), que estabelece pena de reclusão e multa.

Temos legislações de vários órgãos governamentais, como a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), que proíbem claramente a queima de materiais aleatoriamente, mesmo que seja lixo doméstico.

Em caso de queimada urbana, os munícipes devem, primeiramente, acionar a Defesa Civil do Município pelo telefone 199. Em caso de incêndio criminoso, basta ligar para a Policia Militar no telefone 190.

COMPARTILHAR