Presidente em exercício na Câmara, Waldir Maranhão anula votação de impeachment

O presidente em exercício da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão, do PP do Maranhão, anulou nesta segunda-feira a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, que aconteceu nos dias, 15, 16 e 17 de abril. O deputado atendeu a um pedido feito pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.

De acordo com Maranhão, os partidos não poderiam ter orientado a votação, os deputados não poderiam ter anunciado seus votos previamente e a defesa da presidente não poderia ter deixado de falar por último no dia da votação na Câmara dos Deputados.

Por isso, o atual presidente da Câmara pediu que o processo seja devolvido pelo Senado Federal e determinou que a nova votação do pedido de impedimento de Dilma seja realizada no prazo de cinco sessões do plenário da Câmara.

Confira o PodCast:

 

COMPARTILHAR